Percepção do Mundo

A arte é a comunhão do homem consigo mesmo e conseqüentemente com o próximo. (Dauri Diogo)


A arte é forma que o artista tem para retratar a sua vivência com sensibilidade, para o prazer intelectual de sua própria existência, e transmitir suas experiências artísticas e de vida para a posteridade.
O artista vê o mundo de uma forma ampla e irrestrita , retratando-a de uma forma lúdica e crítica para o crescimento intelectual e bem estar social.
A arte é imortal, portanto temos todo o tempo do mundo. É como um bom vinho e seu apreciador; ou seja, tem a ver com o tempo e com a consciência do mesmo. Pois que, a medida em que esta consciência desperta, amadurece uma maior visão crítica, e principalmente, uma maior a qualidade crítica.
O grande impacto do meu trabalho é conseguir que o ser humano se auto-analise. E que este ser humano tenha a consciência de que é necessário chegar a essência da vida. Assim como minhas figuras geométricas, - quase sempre com a cabeça fora do lugar, nas laterais da tela, conseguem chegar. Ou seja, meditando no centro da tela.
Na arte o querer é poder , porque através de um instrumento artístico podemos realizar o irrealizável e transformar o inviável em realidade. É como dar asas a quem não é de direito. Portanto, minha arte não é mais uma forma técnica que tenho para expressar e transmitir sentimentos em formas e cores. Ela é minha própria vida. É um cálice de vinho em brinde permanente à felicidade. São as cores do lugar que me é possível para a criação e a criatura que me é dada a conceber.
Meu sonho é ver a humanidade tomando este cálice. Que é o cálice da vida, da compreensão e da valorização da arte de qualidade. Transformando-se em público ideal para o artista. Compartilhando a mesma necessidade de conhecimento, discernimento e assimilação de forma crítica das realizações artísticas.